Conheça o surfista Ícaro Rodrigues!

video abril 11, 2017 / Entrevistas

UM ENCONTRO GOOD VIBES!

Tivemos o prazer de receber em nossa Agência o surfista, considerado o maior aerealista do Brasil, Ícaro Rodrigues. Rolou uma conversa sobre a sua relação com o surf e com a Agência NaJaca e sobre curiosidades pessoais. Aqui abaixo está a entrevista feita pela jornalista Marcela Pires.

 icaro1

Marcela: Ícaro, como foi o seu começo no surf?

Ícaro: Comecei a surfar com 12 anos de idade, como esporte e lazer e gostei muito, ai comecei a competir e fui criando um interesse pelo esporte, então decidi que queria ser surfista profissional.

M: Qual a importância da agencia NaJaca na sua vida profissional?

I: A importância da agência é justamente nesse lance de profissionalizar a minha carreira. Eles estão me ajudando com isso. Por exemplo, quando eu preciso fazer um projeto, eu mando a ideia para eles e eles deixam com um aspecto bonito e bem apresentável. Acho isso muito importante.

M: Em relação à marca criada pela Agência, como impactou no mercado?

I: Influenciou de uma maneira positiva porque agora eu tenho um logotipo que vai criar a lembrança. As pessoas vão ver a marca e associar ao nome Ícaro Rodrigues e isso é bom porque eu tenho um patrocínio de equipamento de surf e quando for lançar um produto com a minha assinatura, vou colocar o logotipo ali e todo mundo já vai saber que é um produto do Ícaro Rodrigues. E eu gosto do logotipo que eles criaram, isso é o mais importante.

M: Uma curiosidade: A profissão é rentável? Dá para viver do surf?

I: Sim, ela é rentável desde que você consiga torná-la rentável, porque é relativamente fácil você se tornar surfista profissional, mas é difícil tornar o surf uma atividade profissional e para você ganhar dinheiro, isso teria que acontecer. Precisa mostrar o retorno efetivo para os seus patrocinadores, para eles verem que estão investindo em um atleta que está revertendo em vendas, então isso vai fazer com que você receba um salário da marca. Também dá para participar de competições que conforme a tua posição, você ganha uma bonificação, por exemplo, se tu fica em primeiro lugar em um campeonato profissional, você ganha 10 mil reais, e assim o surfista vai conseguindo conquistar a vida.

M: Você acha difícil ter visibilidade no mercado, ou seja, a concorrência é muito grande?

I: A concorrência é muito grande, principalmente na competição. São muitas pessoas tentando e é difícil, você tem que se dedicar bastante. No meu caso, gero imagens para os meus patrocinadores fazerem anuncio, e participo aleatoriamente de campeonatos. Mas, para mim ser um pouco mais difícil, porque você precisa ter um talento diferenciado. Eu sou especialista em manobras aéreas, e isso trás destaque no cenário do surf nacional e internacional, então o segredo é treinar e se dedicar bastante, nada é fácil na vida.

M: Você pratica outro esporte, já praticou, ou gostaria de praticar?

I: Antes de surfar, eu jogava bola, mas parei quando comecei no esporte, só foquei no surf mesmo. Eu também gostava de andar de skate, mas eu comecei a me machucar muito, ai eu deixei o skate de lado porque estava me tirando da água, por eu ficar um tempo machucado e não poder surfar.

Confira a entrevista em vídeo:

Chinese (Simplified)EnglishFrenchGermanPortugueseSpanish